06 de Janeiro Dia dos Reis Magos

Estas três personagems vieram do oriente, dizem-nos, guiados por uma estrela, para adorar o Menino Jesus. Mas esta passagem, uma das mais misteriosas da Natividade, só surge no Evangelho de São Mateus, e de forma muito vaga e cheio de lacunas, que só foram sendo tapadas ao longo do tempo. Quem seriam os chamados Magos? Sábios, eruditos? Astrólogos? É sabido que no Oriente Magos podem ser tudo isso. Mais tarde a Igreja decidiu chamar-lhes Reis.

E quantos eram, estes Reis?

Aqui também não existe qualquer base histórica. Pinturas dos primeiros séculos mostram às vezes quatro, outras três, e noutras ainda dez e doze, em volta do Menino Jesus. Mais tarde, houve a necessidade também de lhes dar nomes e torná-los mais próximos, mais humanos. Assim, surgiram Baltazar, Gaspar e Belchior (por vezes chamado também Melchior).

A Igreja decidiu também dar um significado mais abrangente a estas três importantes figuras. Assim, Belchior (ou Melchior) seria o representante da raça branca (europeia) e descenderia de Jafé; Gaspar representaria a raça amarela (asiática) e seria descendente de Sem; por fim, Baltasar representaria todos os de raça negra (africana)  e descenderia de Cam.

Estavam assim representadas todas as raças bíblicas (e as únicas conhecidas na altura: os semitas, os jafetitas e camitas). Pode então dizer-se que a adoração dos Reis Magos ao Menino Jesus simboliza a homenagem de todos os homens na Terra ao Rei dos reis, mesmo os representantes do tronos, senhores da Terra, curvam-se perante Cristo, reconhecendo assim a sua divina realeza.

Quem eram Jafé, Sem e Cam?

São os 3 filhos de Noé, que segundo o Antigo Testamento representavam as três partes de mundo e  as três raças que o povoavam naquele tempo. Para além de representarem as raças, os Reis Magos simbolizam outra mensagem fortemente cristã: que os poderosos e abastados devem curvar-se perante os humildes, despojando-se dos seus bens e colocando-os aos pés dos demais seres humanos, ou seja, devem partilhar a sua fortuna com os mais pobres.

Que representam os presentes dados ao Menino Jesus?

Belchior ofereceu ouro, que representa a Sua nobreza. Gaspar ofereceu incenso, que representa a divindade de Jesus. Baltasar ofereceu mirra, que simbolizava Jesus enquanto homem e o sofrimento que enfrentaria na Terra.