Passatempo Super Igal

 

PASSATEMPO - SUPERIGAL

 

 

 

 Para se habilitar a ganhar o cabaz só tem de nos enviar um texto livre (poesia ou prosa) sobre o Natal.

 

Envie as respostas para o email sapoequipa@sapo.tl

e anexe os seguintes dados:

 

 

Nome:

E-mail:

Telemóvel:

Idade:

 

 

Nota: Para participar o utilizador terá de ter mais de 18 anos. 

O Cabaz é composto por: garrafa de vinho da Adega das Mouras, uma garrafa de azeite "Art", atum e sardinha da Cofaco, uma lata de chouriço da Primor e massas.

 

Passatempo válido até dia 31 de Dezembro


 

Objectivo do Passatempo
Premiar um(a) utilizador(a) do SAPO TL, que tenha enviado o texto mais criativo sobre o Natal.
 
Descrição do Passatempo
- Entre os dias 18 e 31 de Dezembro os participantes devem enviar para o email sapoequipa@sapo.tl  um texto (em prosa ou verso) alusivo ao Natal.
- A participação dos utilizadores será feita através do envio de um e-mail.
- O texto mais original segundo o SAPO TL é o(a) vencedor(a).
 
Período do Passatempo
- Envio dos textos entre 18 e 31 de Dezembro às 17h.
- Comunicação do vencedor: 4 de Janeiro 2013 às 15h
- Entrega do prémio: 7 de Janeiro 2013
 
Prémio
- Neste passatempo será atribuído um cabaz de Natal.
-O(A) vencedor(a) será contactado(a) pelo SAPO TL e dada as indicações para levantar o prémio.

Outras Considerações
- Cada utilizador pode participar com o envio de mais de um texto.
- Os participantes declaram ser os únicos titulares dos direitos sobre os textos enviados, cedendo esses mesmos direitos ao SAPO Timor-Leste no momento em que enviam a sua participação.
- Não serão admitidos como participantes  no Passatempo os colaboradores do SAPO Timor-Leste e da Timor Telecom.
- No decorrer desta acção, o SAPO Timor-Leste tem a liberdade de alterar o Regulamento caso se manifeste necessário.
- No âmbito da cláusula geral de proibição de comportamentos fraudulentos, qualquer actuação (ou eventuais indícios) que vá contra as regras desta competição, poderá resultar na total exclusão de qualquer participante do passatempo. Em caso de dúvidas, a decisão da empresa organizadora será a final e soberana.
- Em cumprimento e defesa da transparência do passatempo, e se assim entender necessário, a Marca reserva-se o direito, por iniciativa, de verificar a regularidade dos procedimentos descritos. Caso se verifique a existência de violação do Regulamento como é exemplo qualquer indício de participação fraudulenta, a Marca tem o poder de desclassificar o participante em causa.