Quarta-feira, 14.12.16

Istória labarik-mane ida ne'ebé konkretiza nia hakarak ikus hodi koñese Pai Natal

Koñese Pai Natal. Ne'e hanesan hakarak hosi labarik-mane ida ho tinan lima ne'ebé internadu iha Kuidadu Intensivu hosi ospital ida iha Tennessee, Estadus Unidus. Istória ne'e komove daudaun mundu. 

 

Labarik-mane, ne'ebé nia naran la fó sai ida, ko'alia ba enfermeira ida, ne'ebé haree nia hodi fó kuidadu médiku, katak nia hakarak atu koñese Pai Natal. Bainhira hatene, auxiliar ne'e liga ba Eric Schmitt-Matzen, enjeñeiru mekániku ida ne'ebé iha tinan barak nia laran hatais hanesan Pai Natal iha atividade oioin natal nian.

 

créditos: Facebook/eric.schmittmatzen

 

Bainhira hatene estadu saúde ne'ebé delikadu hosi labarik-mane ne'e, Eric ba to'o ospital ne'ebé, ho konsentimentu família nian, la'o ba kuartu iha Unidade Kuidadu Intensivu ne'ebé labarik ne'e internadu.

 

"Bainhira ha'u tama iha kuartu, nia toba hela no fraku tebes hanesan atu besik duku", enjeñeiru mekániku ho tinan 60 resin ba jornal Knoxville News Sentinel. Hafoin hakbesik ba labarik-mane ne'e nia hatete nune'e: "Ha'u rona dehan ó sei lakon Natal, loos ka? Ne'e labele akontese tanba ó hanesan ha'u nia Elfo númeru ida".

 

Ho de'it suspensóriu sira Pai Natal nian, Eric oferese prezente ida ba labarik-mane ne'ebé hafoin ho susar tebes loke hatete ba nia katak nia sei mate. "Oinsá maka ha'u hatene katak ha'u to'o iha fatin ne'ebé ha'u sei ba?", labarik-mane ne'e husu ba Schmitt-Matzen no nia hatán: "Bainhira ó to'o iha ne'ebá, ó hatete ba sira katak ó maka Elfo númeru ida Pai Natal nian no ha'u hatene katak sira sei husik ó tama".

 

Hafoin konversa badak, Eric hakohak labarik-mane ne'ebé mate iha nia liman-laran ho akompañamentu triste hosi família. "Ha'u tinan haat iha Ezérsitu no ha'u haree ona buat barak. Maibé ha'u atravesa koredor enfermajen nain ho tanis. Ha'u hatene katak enfermeiru sira no médiku sira asisti kazu sira ne'e loron-loron, maibé ha'u la hatene oinsá maka sira aguenta", nia hatete.

 

Ho triste maka'as ba momentu ne'ebé nia asisti, Eric hanoin atu husik nia serbisu nu'udar Pai Natal, hobby ida ne'ebé halo nia okupadu iha momentu natalísiu nian.

 

"Ha'u demora besik semana rua hodi konsege para hodi hanoin beibeik akontesimentu ne'e. Ha'u hanoin katak sei la aguenta no sei la konsege halo tan Pai Natal", nia hatete. Maibé nia hatutan katak hanesan nia eventu ida ikus ida ne'ebé fó forsa ho korajen ba nia hodi la'o ba oin ho misaun ida iha nia moris: halo ksolok labarik millaun resin nia moris.

 

Bainhira ha'u haree sira nia hamnasa, ne'e halo ha'u muda ideia sira. Ha'u hatene signifikadu hosi knaar ne'ebé ha'u halo ba sira no ba ha'u".

 

Fonte: SAPO Lifestyle

A história do menino que concretizou o seu último desejo nos braços do Pai Natal

Conhecer o Pai Natal. Era esse o desejo de um menino de 5 anos que estava internado nos Cuidados Intensivos de um hospital no Tennessee, Estados Unidos. A história está a comover o mundo. 

 

O rapaz, cujo nome não foi revelado, confessou a uma das enfermeiras, que estava encarregue de lhe prestar apoio médico, que gostava de conhecer o Pai Natal. Ao saber do sucedido, a auxiliar pôs mãos à obra e ligou a Eric Schmitt-Matzen, um engenheiro mecânico que há vários anos encarna o papel de Pai Natal em diversas atividades natalícias.

 

créditos: Facebook/eric.schmittmatzen

 

Ao saber do delicado estado de saúde do menino, Eric deslocou-se até ao hospital onde, com o consentimento da família, foi encaminhado para o quarto da Unidade de Cuidados Intensivos onde a criança estava internada.

 

“Quando entrei no quarto, ele estava deitado e tão fraco que parecia que estava prestes a adormecer”, contou o engenheiro mecânico sexagenário ao jornal Knoxville News Sentinel. Após aproximar-se do rapaz disse-lhe o seguinte: “Ouvi dizer que ias perder o Natal, é verdade? Isso não pode acontecer porque és o meu Elfo número um.”

 

Somente com os suspensórios de Pai Natal vestidos, Eric ofereceu um presente ao menino que após o desembrulhar a muito custo lhe disse que ia morrer. “Como é que eu sei que cheguei ao sítio para onde vou?”, perguntou a criança ao que Schmitt-Matzen respondeu: “Quando lá chegares, dizes-lhes que é o Elfo número um do Pai Natal e eu sei que eles te vão deixar entrar.”

 

Após a breve conversa, Eric abraçou o menino que acabou por morrer nos seus braços perante o olhar destroçado da família. “Estive quatro anos no Exército e já vi muita coisa. Mas atravessei a ala de enfermagem a chorar compulsivamente. Eu sei que os enfermeiros e médicos assistem a casos destes todos os dias, mas não sei como é que aguentam”, disse.

 

Consternado e abalado pelo momento que presenciou, Eric ponderou abandonar o seu trabalho como Pai Natal, um hobbie que o mantém ocupado durante esta quadra natalícia.

 

“Demorei cerca de duas semanas até conseguir parar de pensar consecutivamente no sucedido. Cheguei a pensar que não ia aguentar e nunca mais conseguiria fazer de Pai Natal novamente”, confessou. Mas revela que foi um dos seus últimos eventos que lhe deu a força e coragem para seguir em frente com a missão da sua vida: alegrar a vida de milhares de crianças.

 

“Quando vi o sorriso delas, isso fez-me mudar de ideias. Apercebi-me do papel que tenho de desempenhar por elas e por mim.”

 

Fonte: SAPO Lifestyle

Quarta-feira, 07.12.16

O Pai Natal no mundo

Pai Natal iha mundu

 

Foto@ Karl-Josef Hildenbrand/EPA/Lusa


Foto@ Peter Klaunzer/EPA/Lusa


Veja mais fotos aqui / Haree foto sira seluk iha-ne'e:

http://fotos.sapo.tl/saponoticiastl/albuns/pai-natal/?aid=717

Quinta-feira, 17.12.15

Karik feto ida maka hanesan Pai Natal, nia bele halo serbisu?

Ne'e maka hanesan pergunta ida ne'ebé ajénsia ingleza halo ba grupu ida labarik sira nian iha sekuénsia hosi esperiénsia sosiál ida hodi fó korajen ba aman-inan sira hodi ko'alia ho oan sira kona-bá dezigualdade jéneru nian.



Pai Natal hanesan ema ida ne'ebé dezejadu liu iha époka natalísiu nian hosi labarik sira iha mundu tomak. Maibé karik feto ida maka hanesan Pai Natal, nia bele halo serbisu hanesan ho Pai Natal?

 

Ne'e hanesan pergunta ida ne'ebé ajénsia britániku Anomaly halo ba labarik balun, iha sekuénsia hosi kampaña ida hasoru dezigualdade jéneru nian ne'ebé maka ajénsia halo hahú iha fulan-Outubru tinan ne'e, hodi uza hashtag #MoreWomen.

 

Resposta hosi pergunta ne'e barak liu maka LAE, maibé suprende liu iha inkéritu ne'e maka tansá.

 

Haree justifikasaun balun ne'ebé labarik sira hato'o kona-bá tansá maka feto ida la konsege halo Pai Natal nia serbisu:

 

- "tanba nia sei lakon iha lalehan".

- "tanba nia laiha forsa maka'as hodi lori prezente sira. Nia tenki ba uluk jináziu".

- "tanba mãe Natal nia kosok-oan sei estraga prezente sira, no nune'e kosok-oan sei halo nia ulun moras".

- "tanba nia nunka haree Pai Natal ida entrega prezente sira, tanba ne'e nia sei la hatene oinsá maka sei halo.

 

Iha vídeo nia rohan, husu ba labarik mane ida katak saida maka feto ida bele halo di'ak liu no nia hatán: te'in. Sósiu ida hosi Ajénsia Anomaly hatete "Ami halo teste ho ideia ne'e hodi husu ba ha'u nia oan sira. No sira nia resposta suprendente tebes".

 

"Konkluzaun maka to'o Pai Natal nia serbisu bele halo de'it hosi mane ida", refere hosi sósiu ida seluk hosi ajénsia ne'e.

 

Haree vídeo tomak tuirmai ne'e:

 

Se o Pai Natal fosse uma mulher, conseguiria fazer o trabalho?

Esta foi a pergunta que uma agência inglesa fez a um grupo de crianças, na sequência de uma experiência social para encorajar os pais a falarem com os seus filhos sobre desigualdade de género.

 


O Pai Natal é a pessoa mais desejada nesta época festiva por todas as crianças do mundo inteiro. Mas se o Pai Natal fosse uma mulher, será que ela conseguia fazer o mesmo trabalho?

 

Esta foi a pergunta colocada a um grupo de crianças pela agência britânica Anomaly, na sequência de uma campanha contra a desigualdade de género que a agência tem levado a cabo desde outubro deste ano, usando a hashtag #MoreWomen.

 

A resposta à pergunta teve um claro NÃO, mas o que surpreendeu neste inquérito foi o porquê.

 

Eis algumas das justificações porque uma mulher não conseguiria fazer o trabalho do Pai Natal, de acordo com as crianças:

 

- "porque ela iria perder-se no céu".

- "porque ela não teria força suficiente para transportar todos os presentes. Ela teria de ir ao ginásio primeiro".

- "porque o bebé da mãe Natal iria esmagar todos os presentes, e isso ia fazer com que ela ficasse com dores de cabeça".

- "porque ela nunca viu o pai Natal a entregar os presentes, por isso não saberia como fazê-lo".

 

No final do vídeo, pergunta-se a um rapaz o que acha que a mulher consegue fazer melhor. Resposta: cozinhar. Um dos sócios da Agência Anomaly disse "Testámos esta ideia fazendo a pergunta aos meus filhos. E as respostas deles foram surpreendentes".

 

"A conclusão é que até o trabalho de Pai Natal só pode ser feito por um homem", refere outro dos sócios da agência.

 

Pode ver o vídeo na íntegra aqui:

 

Quarta-feira, 09.12.15

Karta sira ne'ebé selebridade hakerek ba Pai Natal

Benedict Cumberbatch, Annie Lennox, Thom Yorke, no famozu sira seluk hakerek ona karta sira ba Pai Natal ba eventu “Live National Letter Writing Day", iha Reinu Unidu.


EPA@ Uwe Zucchi

 

Organizasaun "Letters Live" aproveita ona hodi, liuhosi karta sira ne'e, fó sai nia programa ba 2016, iha eventu anuál ida ne'ebé hakarak selebra poder korespondénsia literáriu nian.

 

 

Atór Benedict Cumberbatch hanesan naran koñesidu ida ne'ebé tama iha lista eskriba sira nian. Aleinde fó hanoin Pai Natak katak nia nunka simu espada lakan ida ne'ebé nia husu bainhira nia sei ki'ik, nia foka nia dezeju sira ba labarik ki'ik sira: "Maski Maromak hatene katak ita presiza ajuda tomak...ó (Pai Natal) ezisti ba labarik sira. Labarik sira ne'ebé presiza majia ruma iha mundu ida ne'ebé fronteira entre inosénsia ho responsabilidade, halimar bosok no malirin hosi obstákulu sira hosi ema adultu nian, ladún iha. Nune'e maka ha'u hakarak husu ó nia ajuda. Aumenta tan tempu balun hodi labarik sira ne'e sai hanesan labarik duni".

 

Atór husu mós ajuda espesiál ida ba labarik sira "ne'ebé preokupa ho sira nia família sira, ne'ebé terus tanba moras ruma, tanba hamlaha no kiak. Liuliu ba sira ne'ebé subar iha edifísiu sira bainhira bomba sira tuun ka tama iha ró ida ho malirin ka tauk, hodi bele halai hosi dezastre naturál ka hosi funu ida. Halo favór, ajuda ami hodi halo naroman sira nia mundu ho momentu ksolok no esperansa nian".

Atór hakotu nia karta hodi hatete katak nia halo saida maka nia lakohi halo, husu tulun hodi rezolve "problema sira hosi adultu sira nian".

 

Thom Yorke, vokalista hosi Radiohead, husu ona: tinan ne'e, Pai Natal bele "la fó prezente sira ba ezekutivu sira hosi kompañia petrolíferu sira no ba polítiku sira ne'ebé sosa sira?". Yorke halo mós pedidu modestu ida ba nia aan rasik: "no ba ha'u, ókulu ida hodi le...kór azul".

 

Annie Lennox haruka nia dezeju sira ba refujiadu sira, hodi husu ba señór simpátiku ho hasan-rahun mutin bele muda mundu no halo atu "jerasaun tomak lalika halai sai hosi sira nia uma, hosi sira nia sidade, vila ka aldeia sira, iha nasaun sira ne'ebé hetan estraga tanba funu, hahú hosi Síria to'o Nijéria...". Kantora hatutan mós: "Liuhosi dalan kariñu ida ó bele tau sanidade balun no kompaixaun iha fuan sira hosi ema kriminozu profeta sira ódio nian, hosi oho no funu? Obrigada, Pai Natal".

As cartas que as estrelas escreveram ao Pai Natal

Benedict Cumberbatch, Annie Lennox, Thom Yorke, entre outras estrelas escreveram cartas ao pai Natal para o evento “Cartas ao Vivo, Dia de Escrever Cartas” (“Live National Letter Writing Day), no Reino Unido.


EPA@ Uwe Zucchi

 

A organização “Letters Live” aproveitou para, através destas cartas, anunciar o seu programa para 2016, num evento anual que pretende celebrar o poder da correspondência literária.

 

 

O ator Benedict Cumberbatch foi um dos nomes sonantes a entrar na lista de escribas. Para além de ter lembrado o Pai Natal de que nunca recebeu aquele sabre de luz que pediu quando era miúdo, focou os seus desejos nos mais novos: “Apesar de Deus saber que precisamos de toda a ajuda possível… tu (Pai Natal) existes para as crianças. Crianças que precisam de alguma magia num mundo onde a fronteira entre a inocência e a responsabilidade, o brincar ao faz de conta e o frio dos obstáculos dos adultos, é cada vez menor. É nisto que te quero pedir ajuda. Um pouco mais de tempo para que as crianças sejam crianças”.

 

O ator pediu ainda uma especial ajuda para as crianças "que se preocupam com os seus familiares, que sofrem de alguma doença, de fome ou de pobreza. Especialmente aquelas que se escondem em edifícios enquanto as bombas chovem ou que são colocadas num barco a tremer de frio ou medo, para escaparem de um desastre natural ou uma guerra. Por favor ajuda-nos a acender os seus mundos com um momento de alegria e esperança”.

O ator terminou a carta dizendo que fez exatamente aquilo que não queria, pedir ajuda para resolver “problemas dos adultos”.

 

Thom Yorke, vocalista dos Radiohead, perguntou: este ano, o Pai Natal pode “não dar presentes aos executivos das companhias petrolíferas e aos políticos que estes compram?”. Yorke fez também um modesto pedido para si próprio: “e para mim, uns óculos para ler… os azuis”.

 

Já Annie Lennox endereçou os seus desejos para os refugiados, pedindo que o simpático senhor de barba branca pudesse mudar o mundo e fizesse com que “uma geração inteira não tivesse que fugir das suas casas, nas suas cidades, vilas ou aldeias, em países desfeitos pela guerra, desde a Síria até a Nigéria…”. A cantora acrescentou ainda: “Podias de uma forma muito carinhosa colocar alguma sanidade e compaixão nos corações dos criminosos profetas do ódio, da matança e de guerras? Obrigada, Pai Natal.”.

Quinta-feira, 03.12.15

Tanba sá maka labarik sira tenke hakerek karta ida ba Pai Natál?

Espesialista sira fó sai razaun oioin. Alénde atu halo estimulasaun no dezenvolvimentu ba gistu hodi hakerek, bele mos sai nu’udar papel pedagójika ida

 

Iha tempu ne’e, labarik barak maka hakerek karta ba Pai Natál, ho lista brinkedu ne’ebé sira hakarak atu simu hanesan prezente. Karik, ita bot nia ladauk hakerek karta iha tinan ne’e, entaun insentiva ba. Tanba alénde estimula no dezenvolve gostu atu hakerek, ho jestu ne’e mos halo ita bele hatene ita-nia oan ninia gostu nomós preferénsia balun, inklui laobriga ita atu sosa prezente ne’ebé ba nia ladun di’ak.


Ikus mai, molok atu haruka, lee hamutuk fali saida maka nia hakerek no diskuti kona-ba karta ninia konteúdu. Aproveita hodi sensibiliza ita-ninia oan, prezente hirak ne’ebé ladun importante iha moris ne’e. Esplika mos ba nia katak labarik balun ladun sente ho natál ne’e no kona-ba labarik kiik sira-ninia moris. Ho nune’e bele hametin liu tan lasu ka relasaun no fahe esperiénsia ne’ebé imi-nia oan sei nunka atu haluha.


Maski fó insentivasaun hodi halo pedidu ba Pai Natál, maibé tuir pediatra Mário Cordeiro katak ida ne’e mos hanesan oportunidade di’ak ida hodi desmifika parte konsumista hosi époka ne’e, «tanba karta ba Pai Natál la’os hanesan lista ezizénsia nomós lista kazamentu nian ida ba inan-aman ka família sira atu kumpri. Maibé nu’udar espresaun ba dezeju nian de’it», esplika espesialista ne’e.


SAPO TL ho Lusa

Quarta-feira, 02.12.15

Porque é que todas as crianças devem escrever uma carta ao Pai Natal?

As razões apontadas pelos especialistas são várias. Para além de estimular e desenvolver o gosto pela escrita, podem também ter um papel pedagógico


 

Por esta altura, é rara a criança que não escreve uma carta ao Pai Natal, com uma (geralmente extensa) lista de brinquedos que gostaria de receber como presente. 

 

Se o seu filho, ainda não escreve a deste ano, incentive-o nesse sentido. Além de estimular e desenvolver o gosto pela escrita, esse gesto permite-lhe conhecer maior maior pormenor alguns dos gostos e preferências do seu filho, evitando muitas vezes a compra de presentes aos quais ele, provavelmente, não acharia piada.

 

No final, antes de a enviar, releiam-na em conjunto e discutam o seu conteúdo. Aproveite para sensibilizar o seu filho de que os presentes não são o mais importante da vida. Explique-lhe também que existem crianças que não vão ter Natal e fale-lhe de como vivia esta quadra em criança. Estará, desse modo, a estreitar laços e a partilhar experiências que o seu filho não esquecerá, seguramente, no futuro.

 

Apesar de incentivar o envio de pedidos ao velhinho das barbas brancas, o pediatra Mário Cordeiro defende também que esta representa uma excelente oportunidade para desmistificar o lado consumista da época, «estabelecendo desde logo que a carta ao Pai Natal não é uma lista de exigências nem uma lista de casamento para os pais e restantes familiares cumprirem. É apenas a expressão de desejos», esclarece o especialista.

 

@Lusa

pesquisar

 

Perguntas de Natal

tags

blogs SAPO